LIMITES DA MATURIDADE
14/07/2021 - 09:30
Auto: /

A velhice nos impõem tantos limites que resolvi escrever sobre o principal deles, na minha avaliação, que são os limites.

 

Limitações surgem com a idade, moldados até pelo plano de saúde que temos, determinando até as distâncias máximas para onde viajar, em território brasileiro e estrangeiro.

 

O meu plano de saúde me obriga a pensar muito em viagens pelo Brasil. Aqui onde moro, tenho rede hospitalar, laboratorial e médica que me tranquilizam, ficando arriscado sair para um simples passeio. Viagens internacionais nem é bom mais pensar nelas, pela distância e cobertura de despesas médicas, caso se tornem necessárias.

 

O idoso deveria estar muito condicionado em guardar dinheiro para uma emergência médica; nada desprezível essa poupança.

 

O meu mundo ficou restrito a um raio de sessenta quilômetros à partir da casa. Ainda sinto confortavelmente protegido para uma visita à Chapada dos Guimarães, Livramento ou Santo Antônio de Leverger! Qualquer problema que venha acometer um idoso só poderá ser de saúde, e volto já para a minha casa.

 

Conversando com um colega de São Paulo, ele me disse que, quando jovem, não se preocupou com o seu futuro - menos ainda em adquirir um bom plano de saúde para a longínqua velhice - que já é hoje. Relata que quando percebeu que estava idoso fez às pressas um plano de saúde que só lhe protege se estiver internado.

 

Consultas médicas e exames laboratoriais indispensáveis nessa faixa etária, só pode obter mediante pagamento prévio, em caráter particular. E ele não está preparado para esses gastos extras na sua cesta básica de despesas mensais. Disse-md que se pudesse voltar àquela fase de fartos recursos materiais, não hesitaria um minutinho para adquirir seu plano de saúde.

 

E as limitações impostas pela própria velhice como hipertensão arterial, diabetes, problemas osteo-articulares, insônia e companhia?

 

Talvez por tudo isso digam que o velho tem raízes no lugar onde nasceu ou mora, ou está com "prego nas nádegas" fixadas na cadeira, dificultando a sua locomoção; pois a principal preocupação deve ser com a saúde e plano que o atenda.

 

O velho só é companhia compreendida por outro velho, que negocia bem suas deficiências. E assim mesmo, o idoso quer viver para além dos seus limites!

 

Gabriel Novis Neves

24-06-2021
 

FONTE: http://bar-do-bugre.blogspot.com/2021/07/limites-da-maturidade.html
EDIÇÃO: REPRODUÇÃO